Blog / Jardinagem
Publicado em 24 de julho de 2018

Jardim vertical: pouco espaço e muito charme!

jardim vertical

Sempre sonhou em ter um jardim em casa mas achou que a falta de espaço ou solo adequado era um problema? Temos uma solução cheia de personalidade para você! O jardim vertical é a opção certa para quem não dispõe de muito espaço em casa e busca ficar mais perto da natureza, já que consiste em “jardins” instalados nas paredes, montando lindos painéis com plantas de diversos tipos.  Presente nos apartamentos mais modernos, a opção de decoração deixa a casa mais cheia de vida e traz energia para toda a família. Anote as dicas que separamos, inspire-se nas imagens e solte a criatividade para montar o seu!

Como fazer um jardim vertical

A integração do verde com a casa deixa tudo mais bonito. Além do pouco espaço que o projeto ocupa, ele também transmite sensações como tranquilidade e bem-estar aos moradores, que ficam próximos das plantas. Se você já está ansioso e se perguntando como fazer o seu, atente-se em algumas das nossas inspirações para decidir o estilo que seguirá. Qual o tamanho da sua parede e o orçamento disponível para esse projeto? Ao responder essas duas perguntas, defina a estrutura utilizada para a base dos vasos e espaço das plantas. Você pode ter um espaço com treliças para pendurar vasos, elas possuem montagem fácil e são personalizadas, possibilitando o “faça você mesmo”. Outra opção é partir para a ajuda de um profissional e montar uma nova parede ou muro com blocos pré-moldados que não precisam de apoio, já que funcionam como nichos para receberem as plantas.

Quais plantas escolher

O jardim vertical pode ser feito na parte interna ou externa da casa, o local escolhido vai ajudar a saber quais as plantas adequadas. Iluminação, ventilação e clima são fatores determinantes para definir as espécies, que podem ser diferentes, deixando o jardim personalizado. De qualquer forma, um jardim vertical não comporta plantas com grandes raízes ou muito pesadas. Trepadeiras, aspargo-pendentes e barba de serpente são muito utilizadas por terem um caimento leve! O asplênio, chuva-de-ouro, dedo-de-moça, peperômia e rabo-de-gato são indicados para dentro de casa. Já plantas como colar-de-pérolas, lambari-roxo, orquídea-grapete e clorofito são indicadas para ambientes com muita luz solar e externos. Evite flores com cheiros muito fortes ou venenosas na parte interna!

Como cuidar de um jardim vertical

A manutenção pede rega e drenagem dos vasos quase diariamente. A adubação deve ser frequente e orgânica, você pode misturar os nutrientes com a água e utilizar no borrifador para molhar as plantas. Faça podas para retirar folhas secas!

Inspiração

jardim vertical

jardim vertical

jardim vertical

Casas da Água

Siga-nos no @casasdaagua