Blog / Construção
Publicado em 15 de julho de 2018

Dicas para evitar o desperdício de material de construção

material de construção

Desperdício não é bom em nenhum segmento, mas no quesito construção ele é ainda mais complicado. É muito difícil ter uma margem do que você vai gastar e da quantidade certa de materiais que serão necessários do começo ao fim do período da obra. Ainda tem os pagamentos dos profissionais, os atrasos inesperados e tudo o que não foi planejado pode virar uma confusão facilmente. Para não pirar, tentar controlar esses números e diminuir o desperdício de dinheiro e material de construção, separamos um checklist para você garantir que fez tudo da melhor forma antes de dar o start no projeto. Confira:

Planeje

O que você vai construir? Será mais de um ambiente ao mesmo tempo ou será apenas uma reforma? Em um cômodo ou em mais de um ao mesmo tempo? Qual o tamanho da equipe que você vai precisar para a entrega ficar dentro do seu prazo? Já considerou os atrasos por conta de chuvas? E se alguém se machucar? Pois é, quando se trata de reforma e construção, devemos planejar até mesmo o que está fora de controle! Monte uma planilha com os itens necessários para cada local, pesquise sobre quantidade de material em lojas do ramo e com profissionais que você irá contratar. A experiência dessas pessoas vai ajudar muito! Profissionais de arquitetura e mestres de obras costumam saber esses números apenas olhando para o ambiente, mas lembre-se da importância de pesquisar!

Contrate bons profissionais

Escolha bem a equipe que trabalhará na obra, se possível busque recomendações de pessoas que já tiveram boas experiências com os profissionais. Se você deseja fazer alguma coisa que a equipe não faz e exige mais qualificações (como gessos, pinturas e instalações diferenciadas, etc), peça indicações de bons profissionais para tudo ficar perfeito! É importante manter a comunicação entre vocês o mais clara e próxima possível para que nada saia do planejado. Informar a equipe sobre o que você espera, acompanhar de perto o que acontece no dia a dia e disponibilizar-se para ajudar no que for preciso ajuda a manter o prazo e deixa todos mais à vontade. Se você tiver tempo para ficar no local, é bacana ajudar a equipe a organizar os materiais que serão usados e separar a reforma em fases: demolição, construção e acabamento. Assim apenas os materiais usados nas fases que estão em andamento ficam por perto, melhorando a arrumação do local e evitando que acidentes aconteçam com o que ainda está fechado!

Não compre tudo de uma vez

Já que comentamos sobre dividir a reforma em fases, que tal aplicar isso na hora das compras? Comprar todo o material de construção em uma leva pode ajudar na hora da economia (R$), mas pode não ser a melhor opção quando falamos sobre desperdício de materiais. Existem alguns produtos que você pode comprar aos poucos, como o cimento e a areia, por conta das suas datas de validade. É claro que a regra não se aplica a tudo, e no caso do porcelanato ou cerâmica, por exemplo, você deve comprar sempre a quantidade certa. Esse tipo de material é feito em lotes, e se você for na loja e não encontrar mais o número da série que já tem em casa, o próximo lote pode ter pequenas distinções de cores e tamanhos que fazem a diferença no acabamento!

Armazene corretamente

Cuide de todo o material que você comprar com cuidado. Produtos diferentes tem formas de armazenamento diferentes e elas devem ser respeitadas para não danificar a qualidade.
Porcelanatos e cerâmicas: podem ficar empilhados em suas caixas, mas evite pilhas muito altas para que não caiam;
Telhas: podem ficar em lugar aberto, já que foram feitas para isso. Tome cuidado apenas quando for manuseá-las, pois são extremamente frágeis;
Tubos de PVC: precisam estar cobertos para que não ressequem;
Cimento: armazene os sacos em lugares secos e longe de umidade.

Ficou com alguma dúvida ou quer nossa ajuda para um orçamento? Fale conosco!

Casas da Água

Siga-nos no @casasdaagua